Parapsicologia – Os estados elevados da consciência

Você sabe o que são estados alterados, modificadas da consciência? E sabe quais são esses estados?

No momento em que estamos experimentando tantas mudanças no sentido global e também no pessoal, podemos experimentar inúmeros estados de consciência no intervalo de 24 horas.

Você identifica esses estados, ou seja, alguns deles? Ter conhecimento de alguns estados modificados da consciência no decorrer do dia, da noite ou de um período é um caminho de autoconhecimento. Nesse exercício de auto observação vivenciando um caminho que se revela, isso pode nos levar a uma revolução em nossa vida e como a interpretamos. Isso é transcender!

Quando se fala em iluminação, pode-se fantasiar muito nesse terreno. A experiencia direta sem receitas ou métodos complicados é a mais genuína e funcional. A linguagem é feita de símbolos e por vezes pode empobrecer esse entendimento do que vivenciamos nesses estados elevados da consciência.

Certas experiencias não tem como ser descrita pelos símbolos linguísticos, pois não temos como fazer analogias, comparações. Devemos ir além das palavras, mas lembrando é uma experiencia individual e única, não irá se repetir.  Sem contar que se tentar representar corre-se o risco de mistificar, fantasiar criando ilusões e influenciando outros a partir dessas descrições.

Durante esses estados alterados, elevados da consciência vivencia-se com forte fator emocional e místico. Lembrando que místico aqui não é negativo, é no sentido de interação com a espiritualidade da pessoa.

Nesse estado místico o intelecto, a intuição e a ampliação da consciência se fundem. Ocorrem muitos insights, e a condição instintiva também participa dessa experiencia, pois estamos aterrados e ancorados pelos instintos. Normalmente após essas experiencias o Ser se percebe em uma condição diferente, ou seja, mais lúcido, desperto e mais consciente dos níveis de realidade. Não podemos esquecer que muitos encontram dificuldades para alterar a consciência nessas experiências. Quais são essas dificuldades?

A primeira dificuldade é a cultura. E quando falamos em cultura é desde a cultura familiar, religiosa, social. E a condição biológica.

Cultura é cheia de símbolos e crenças que por vezes mais dificulta do que ajuda. Os sentidos são ofuscados, confundidos e com isso são reprimidos desde o sensorial. Os homens tem mais dificuldades do que as mulheres. Há uma negação em algumas sensações de acordo com o que recebeu culturalmente.

Vivemos separados do nosso natural, nesse processo biológico-cultural que nossos estados de consciência diário nos separou dos animais e nos deixou um autoconceito de que somos conscientes do pouco que temos de consciência. Ou seja, somos rasos e confundidos em nossa capacidade de usufruir dos inúmeros estados de consciência, limitando-nos no caminho da iluminação.

No próximo texto daremos continuidade quanto aos estados alterados de consciência e como reconhece-los.

Compartilhar

Facebook
WhatsApp
Picture of Lili Marlene Gobbi
Lili Marlene Gobbi

Psicóloga - Parapsicóloga - Psicoterapeuta - CRP 08/10486

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *